Domingo, 1 de Junho de 2008
Regulamento dos Prémios de Edição LER Booktailors
APRESENTAÇÃO
 
1. O seguinte evento tem a denominação «Prémios de Edição» (PE), alterando-se somente o número  do evento (e.g. «1.os Prémios de Edição»).
 
2. Os PE foram criados e são propriedade da Booktailors – Consultores Editoriais que, em parceria  com a Fundação Círculo de Leitores/Revista LER, organizam e coordenam os PE.
 
3. É objectivo dos PE reconhecer, valorizar e comunicar as boas práticas e o profissionalismo existentes no sector editorial português.
4. Os PE abrangem variados elos da cadeia de valor, assim como prémios especiais e louvores.
 
5. São apenas elegíveis obras que tenham sido publicadas durante o período de Junho do ano anterior  até Maio do ano de atribuição dos prémios, segundo a data de 1.a edição da ficha técnica.
 
6. Os impressos periódicos, os panfletos, as obras sem ISBN, os livros escolares e técnicos, bem como  os impressos de comunicação, não são considerados elegíveis.
 
7. Apenas são elegíveis para os PE as obras publicadas em Portugal e os trabalhos efectuados originalmente  em Portugal ou por editores portugueses.
 
8. Todos os livros e projectos que se enquadrarem como elegíveis terão de ser propostos pelas editoras nacionais,  pelo Conselho dos Prémios de Edição (CPE) ou pelos elementos do Júri dos Prémios de Edição (JPE).
 
 
 
CANDIDATURAS
9. As editoras podem somente propor obras suas, assim como trabalhos efectuados nos livros por si editados. Cada editora ou chancela pode apresentar até 10 obras para a totalidade dos prémios a concurso. A proposta de obras para os PE deverá ser feita através do envio dos seguintes elementos:
 
   9.1. Uma ficha de dados gerais a disponibilizar, contendo os dados de identificação da editora  e da equipa responsável pela obra que coloca a concurso; os dados bibliográficos dos livros;  um texto entre 500 e 600 caracteres expondo os motivos pelos quais a obra é merecedora  do prémio;
 
   9.2. Dois (2) exemplares da(s) obra(s) proposta(s);
 
   9.3. No caso das fotografias ou ilustrações, os livros deverão ser enviados juntamente com duas (2)  impressões em suporte rígido das fotos/ilustrações originais em formato A4, ou material  equivalente.
 
10. Os elementos do CPE e do JPE poderão propor obras, trabalhos e pessoas para todos os prémios  a concurso, devendo as propostas limitar-se a um máximo de 20 (conjuntamente) propostas
 
11. As obras propostas pelo CPE e pelo JPE que forem consideradas como elegíveis serão pedidas pela  direcção dos PE, de forma a completar o processo.
 
 
 
PRÉMIOS A CONCURSO
12. Estão a concurso os seguintes prémios:
   12.1. Melhor capa:
       12.1.1. Literatura;
       12.1.2 Não-ficção;
       12.1.3. Infanto-juvenil;
       12.1.4. Arte;
       12.1.5. Gastronomia;
 
   12.2. Melhor projecto gráfico
       12.2.1. Literatura;
       12.2.2 Não-ficção;
       12.2.3. Infanto-juvenil;
       12.2.4. Arte;
       12.2.5. Gastronomia;
 
   12.3. Melhor fotografia original;
 
   12.4. Melhor ilustração original;
 
   12.5. Prémio Inovação;
 
   12.6. Melhor campanha de promoção de autor português;
 
   12.7. Melhor livraria independente.
 
13. Haverá, para além dos prémios acima referidos, Prémios Especiais, atribuídos em exclusivo pelo JPE com  as propostas e conselhos do JPE e do CPE. Os Prémios Especiais do Júri terão as seguintes categorias:
   13.1. Artes Gráficas;
   13.2. Edição;
   13.3. Editora revelação;
   13.4. Editora do ano;
   13.5. Revisão;
   13.6. Tradução;
   13.7. Livreiro;
   13.8. Prémio jornalista ou imprensa de edição;
   13.9. Blogosfera de edição.
 
14. Mais do que uma obra ou pessoa poderão ser agraciadas com determinado prémio, sendo essa uma decisão de excepção a ser indicada pelo JPE.
 
15. Alguns dos prémios poderão não ser entregues, caso não se considere haver qualidade.
 
16. Os prémios serão entregues à editora responsável pela publicação da obra, assim como, e secundariamente, ao responsável directo pelo trabalho.
 
17. Os prémios atribuídos a individualidades serão entregues ao próprio e, quando se justifique, à editora  na qual o indivíduo se evidenciou.
 
18. Alguns dos prémios poderão ou não ter agregado um valor financeiro.
 
19. As obras consideradas elegíveis para os PE serão avaliadas conjuntamente, de modo a ser efectivada uma lista de finalistas.
 
20. Os Prémios Especiais, entregues pelo JPE, não terão uma lista de finalistas, sendo que o vencedor será divulgado somente na data da apresentação final, sem qualquer indicação prévia dos nomeados.
 
21. Todas as obras nomeadas para a lista de finalistas ou vencedoras dos prémios terão o direito a usar a insígnia dos Prémios de Edição, assim como o emblema respectivo da sua nomeação e categoria, que terão de ser fornecidos digitalmente pela organização d’Os Prémios de Edição.
 
22. A referência aos prémios só poderá ser feita para fins de promoção, não podendo, de forma alguma, ser utilizada para denegrir alguma obra ou os próprios PE.
 
23. As obras seleccionadas beneficiam de toda a comunicação desenvolvida pelos PE, podendo utilizar os benefícios comerciais e de promoção decorrentes dos PE, sem qualquer custo adicional.
 
 
 
O CONSELHO DOS PRÉMIOS DE EDIÇÃO (CPE)
24. O CPE será composto por, pelo menos, 20 elementos e, no máximo, 75 elementos, indivíduos convidados especificamente pela Direcção do JPE e aceites pela mesma.
 
25. A composição do CPE será de conhecimento e divulgação públicos.
 
26. O JPE é composto por 15 elementos, divididos da seguinte forma:
   26.1. Direcção (4 elementos): Francisco José Viegas, Guilhermina Gomes, Nuno Seabra Lopes e Paulo Ferreira;
 
   26.2. Representantes institucionais e associativos a divulgar (5 elementos): Associação Portuguesa de Editores e Livreiros, União de Editores Portugueses, Direcção-Geral dos Livros e Bibliotecas,
Plano Nacional de Leitura, Centro Português de Design;
 
   26.3. 2 Jornalistas de imprensa especializada a divulgar ;
 
   26.4. 4 Convidados a divulgar: Editor, Livreiro, Bibliotecário e autor.
 
27. O Presidente do Júri é Francisco José Viegas – director da Revista LER;
 
28. Compete ao JPE fazer a primeira selecção dos candidatos e elaborar a lista de finalistas com base na totalidade dos livros propostos.
 
29. De forma a aligeirar os processos, a Direcção do JPE pode fazer uma selecção prévia dos candidatos a serem propostos ao JPE.
 
 
 
A VOTAÇÃO DOS PRÉMIOS E A DISCRIMINAÇÃO DOS FINALISTAS
 
30. A votação do júri do CPE terá a seguinte repartição: cada voto vale 6,66%; sendo que todos os elementos têm direito a um voto. Em caso de empate, o Presidente do Júri (Francisco José Viegas) terá voto de qualidade.
 
31. A Direcção do JPE tem o direito de designar automaticamente dois finalistas para cada Prémio e Prémio Especial. Cada Prémio e Prémio Especial haverá uma lista de 10 finalistas, sendo que somente os finalistas dos prémios serão divulgados publicamente.
 
32. As obras finalistas (aos prémios) serão votadas através do seguinte sistema: JPE: 40%; CPE: 40%; Público em geral: 20%.
 
33. O JPE compromete-se a acordar sempre com uma lista de finalistas e vencedores.
 
34. As decisões do JPE são definitivas e poderão somente ser contestadas em carta fechada dirigida à Direcção, que terá total poder para dar provimento ou indeferir o pedido. Caso a decisão seja a de proceder a uma reavaliação, o JPE terá palavra definitiva em relação ao desfecho do pedido.
 
35. A atribuição dos PE será feita tendo em conta os pontos abaixo:
 
   35.1. Melhor capa: Premeia a editora e a direcção criativa responsáveis pelo conceito e execução gráfica de determinada capa original portuguesa de obra elegível publicada em Portugal.  Será considerada a relação entre:
       35.1.1. Tipografia;
       35.1.2. Cor;
       35.1.3. Fotografia ou ilustração;
       35.1.4. Formato;
       35.1.5. Características da reprodução gráfica;
       35.1.6. Acabamentos de reprodução gráfica.
 
   35.2. Melhor projecto gráfico: Premeia a editora e a direcção criativa responsáveis pelo conceito  e execução gráfica de determinada obra elegível publicada em Portugal. Será considerada  a relação entre:
       35.2.1. Mancha gráfica;
       35.2.2. Escolha tipográfica;
       35.2.3. Entrelinha;
       35.2.4. Clareza de leitura;
       35.2.5. Características da reprodução gráfica;
 
   35.3. Melhor fotografia original: Premeia a editora e o fotógrafo responsáveis pela execução  de determinada fotografia original portuguesa feita para livro publicado em Portugal.
       35.3.1. Qualidade plástica;
 
   35.4. Melhor ilustração original: Premeia a editora e o ilustrador responsáveis pela execução
de determinada ilustração original portuguesa feita para livro publicado em Portugal.
       35.4.1. Qualidade plástica;
 
   35.5. Prémio Inovação: Premeia a editora responsável pelo produto, acção ou serviço original português que tenha trazido alterações positivas ao mercado nacional. Áreas abrangidas:
       35.5.1. Produto;
       35.5.2. Comunicação;
       35.5.3. Distribuição;
 
   35.6. Melhor campanha de promoção de autor português: Premeia a editora responsável pela melhor campanha de promoção de autor português de obra elegível:
       35.6.1. Adequação dos suportes ao público-alvo;
       35.6.2. Adequação da comunicação ao produto, preço e distribuição;
       35.6.3. Inovação;
       35.6.4. Resultados de comunicação (press-clipping, testemunhos directos, reacção no ambiente digital,
etc.);
 
   35.7. Prémio melhor livraria independente: Premeia a melhor livraria nacional não integrada em rede  de livrarias.
       35.7.1. Desenvolvimento de acções junto da comunidade local;
       35.7.2. Criação e desenvolvimento de plataformas de comunicação directas com o seu público-alvo;
       35.7.3. Serviços de excelência prestados aos seus clientes;
       35.7.4. Qualidade do serviço de balcão (conhecimento e formação do front-office, existência  de informação de comunicação);
       35.7.5. Adequação dos fundos ao público-alvo;
       35.7.6. Ambiente (luminosidade, organização do espaço, comodidade);
 
PONTOS DE AVALIAÇÃO DOS PRÉMIOS ESPECIAIS DE EDIÇÃO
36. A atribuição dos Prémios Especiais de Edição será feita tendo em conta os pontos abaixo:
 
   36.1. Artes Gráficas: indivíduo ou entidade responsável por, ao longo dos tempos, ter marcado positivamente as artes gráficas em Portugal.
 
   36.2. Edição: indivíduo ou entidade responsável por, ao longo dos tempos, ter marcado positivamente a edição em Portugal.
 
   36.3. Editora revelação: editora com menos de três anos de actividade que tenha trazido inovações e qualidade ao mercado português.
 
   36.4. Editora do ano: editora nacional que tenha mantido uma coerência e qualidade geral elevadas (na escolha de obras, grafismos, produtos e comunicação) ao longo do ano anterior ao da atribuição do prémio.
 
   36.5. Revisão: indivíduo responsável por, ao longo dos tempos, ter marcado positivamente a revisão de livros em Portugal.
 
   36.6. Tradução: indivíduo responsável por, ao longo dos tempos, ter marcado positivamente a tradução em Portugal.
 
   36.7. Livreiro: indivíduo responsável por, ao longo dos tempos, ter marcado positivamente o sector livreiro  em Portugal.
 
   36.8. Prémio jornalista ou imprensa de edição: jornalista ou órgão responsável por, nos últimos anos, ter marcado positivamente a divulgação das actividades do sector do livro em Portugal.
 
   36.9. Blogosfera de edição: Blogue responsável por, no último ano, ter marcado positivamente a divulgação  das actividades do sector do livro em Portugal.
 
DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS
37. O Prémio será entregue directamente ao visado ou a um representante nomeado, desde que presente  em cerimónia própria.
 
38. As listas de finalistas e vencedores estarão disponíveis em suporte informático, numa morada pública  na Internet e a designar. Poderá ser feito um catálogo anual com as obras seleccionadas.
 
OUTROS
39. Os casos omissos ou as divergências na interpretação do presente regulamento serão solucionados  pelo júri.
 


Publicado por Prémios de Edição às 14:31
link do post

Mais informações sobre os Prémios de Edição através do e-mail premiosdeedicao@booktailors.com.

Organização:
BOOKTAILORS Consultores Editoriais
Travessa das Pedras Negras, 1, 3.º Dir.º
1100-404 LISBOA


Revista LER
Rua Prof. Jorge da Silva Horta, 1
1500-499 Lisboa
Pesquisa